Não vem de hoje, vem-se antes materializando nos últimos tempos (anos…), uma vontade e a sua concretização aqui e ali, uma série de mudanças mas nada estruturado, uma forma de estar mas não de ser, e sinto que tudo isto tem de ganhar uma forma palpável, um nome, uma exteriorização. E uma concretização. Tem ainda de ter uma meta, um prazo.

Vou chamar-lhe Projecto40.

Basicamente, o objectivo é chegar aos 40 anos no meu melhor. Ser a melhor versão de mim mesma aos 40 anos. E esse ser o ponto de partida para continuar pelos “entas” fora.

Fiz 39 anos no início de Fevereiro e chego ao final deste meu mês a começar o countdown. Faltam 11 meses. É agora. Se eu quero chegar ao meio da minha vida no meu melhor, agora é a hora de arregaçar as mangas, marcar os meses no calendário e traçar estratégias.

O meu ponto de partida não é nada mau, sem modéstias, mas também não me está propriamente nos ossos, antes tem-me saído do pêlo. Este “projecto” arranca in media res – eu já tenho os meus cuidados, não cheguei a cair em excessos de onde recuperar. Apenas sinto a eterna insatisfação dos 3kg que não se vão desde o segundo filho, dumas peles a mais para tempo e força de vontade a menos e, sobretudo, vejo no meu corpo, no meu rosto e cabelos as alterações físicas que antigamente mal se percebiam mas que agora começaram a galopar. Mais do que nunca, se eu não cuidar de mim, ninguém cuidará.

É aqui que entra o “projecto”: ele é o empurrão que me faltava, dá-me um prazo, uma meta. Para depois continuar em corrida de fundo pelos “entas” acima.

Estar no meu melhor não tem nada a ver com parecer mais nova, tem a ver com estar mais bonita. O mais “bonita” que posso ser, por fora, mas também por dentro. Eu não temo a idade, eu quero é sentir-me bem na minha pele seja em que idade for. Uma beleza sem idade, é o que eu procuro.

Então, como é que o #projeto40 se traduz num conceito de blog e o que é que isso pode significar para vocês que me acompanham? A minha ideia é partilhar por aqui tudo o que vou fazendo e os seus resultados.

Eu pretendo adoptar ou continuar os cuidados com o corpo e a mente que estão ao alcance de todas nós, não serão nada de drástico. Porque o que eu procuro é beleza a longo prazo, não um remendo.

Vou, por exemplo, explorar diferentes tratamentos, aprofundar o yoga ou experimentar outros desportos que me façam bem e abraçar uma série de estratégias para manter a minha mente e o meu corpo em forma. A maioria das mudanças leva um bom tempo para serem interiorizadas mas, lá está, eu na verdade já estou neste projecto há um bom ano (ou dois…) e quem me acompanha (sobretudo no Instagram) sabe o que eu já faço.

O #projecto40 salta agora, mas é dinâmico. Experimentar coisas novas provavelmente significará que não vou poder fazer tudo como penso, talvez alguns desafios sejam muito grandes, enquanto outros podem transformar-se em oportunidades inesperadas de crescimento. De uma forma ou de outra, será emocionante e interessante, não só para mim, mas creio que também para quem me lê.

Vocês podem começar aqui comigo o vosso próprio projecto pessoal ou tirar as ideias que vos pareçam bem. Melhor ainda, vocês podem partilhar aqui (ou no grupo Eu, Mulher) as vossas experiências, as vossas dicas, as vossas preferências e opiniões. Todas nós estamos a andar para a frente, o melhor do caminho é estarmos juntas nele.

E assim eu tenho na mão o meu projecto pessoal, eu mesma. A peça mais importante para a minha felicidade.

Facebook Comments

2 thoughts on “PROJECTO40”

  1. Tenho 46 e nunca me senti tão bem a nível físico como mental, para isso trabalhei muito, para o físico gym faz parte dos meus dias pilates, cycling, strong estou melhor que aos 30 e tenho aparência de 39/40 é o que dizem. A saúde mental há muitas formas para alimentar desde literatura , filosofias de vida, há n coisas nesse sentido. Por muito que digam que a idade está na alma os números começam a trabalhar na nossa mente, por isso há que a manter jovem. Acho que os 40 abrem um leque de questões que nos fazem pensar e refazer muita coisa que não fizemos, posso dizer que existe uma espécie de ” revolução “. Segundo dizem os 40 é a idade da loba da mulher, pesquise que vai achar interessante, vai entrar na melhor fase da sua vida em todos os sentidos.

    Abraço
    Carla

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.