Lembram-se deste post? Pois bem, continuo absolutamente dependente daqueles meninos para manter a minha pele saudável e no seu melhor, mas como cada vez gosto mais de estudar cosmética e dermatologia, pesquisar e experimentar princípios activos, ingredientes e produtos que possam ser eficazes para promover a saúde da minha pele, trago-vos mais 5 ingredientes chave que podemos ou mesmo devemos incorporar na nossa rotina de beleza e procurar nos rótulos dos cremes, séruns e demais produtos que aplicamos na nossa pele.

1 | NIACINAMIDA

A Niacinamida é uma forma da vitamina B3 e, enquanto princípio activo, provou (tal como retinóis ou ácido glicólico) que pode e deve ser usado em produtos antienvelhecimento, pois é um ingrediente menos agressivo do que os referidos acima, é facilmente absorvida e apresenta resultados em basicamente todas as frentes anti-envelhecimento: combate os radicais livres, reduz linhas finas e rugas, hidrata a pele, atenua manchas escuras, ilumina a tez. Além disso, acalma a rosácea e alivia irritações e ainda trata a acne e alisa o grão da pele, sendo um ingrediente ideal para ser usada em produtos anti-envelhecimento dirigidos a quem tem a pele sensível ou com tendência acneica, atenuando as imperfeições, reduzindo os poros e alisando a pele.

Fantástico, não? Melhor ainda, não tem efeitos secundários, como seja irritação cutânea ou fotosensibilidade, pode ser usado em todos os tipos de pele e idades, pelo que é um ingrediente a apostar em cremes.

Sugestões de compra:

Lumilogie, dupla sérum dia e noite  da Lierac, com Niacinamida (dia) e muitos outros princípios activos, pack com oferta de protector solar, podem ver mais aqui

Sebiaclear da SVR, para tratar e proteger as peles com imperfeições, com Niacinamida a 4%, aqui

Metacell Renewal B, da SkinCeuticals

Adoro o What-U-See-Is-What-You-Get da The Ordinary, podem comprar aqui

2 | Ácido Salicílico

Tratar da acne é tarefa para o ácido salicílico (o Beta-Hidroxiácido, BHA). É o único esfoliante que penetra profundamente nos poros, removendo todo o excesso de sebo, células mortas e outras porcarias que os obstroem. Basicamente, mantém os poros limpos, para que não ocorram entupimentos (borbulhas!!).

O ideal será usar o ácido salicílico em tónicos ou séruns, para que se fixem na pele, pois actua melhor ao longo de horas, pelo que usar em produtos que se enxaguam, como gel de limpeza, será desperdício de preciosos activos

Eu adoro o tónico da gama VinoPure da Caudalie e alterno com tónicos com Ácido Glicólico, e posso usar com o sérum com ácido glicólico (como o da gama Vinoperfect da Caudalie) que não há problema, são dois ácidos que combinam bem juntos.

(Aliás, para muito breve um post com as melhores e piores combinações de ácidos, prometo!)

Algumas sugestões:

Adorooo! Este tónico Caudalie Vinopure está com desconto, aqui

O sérum Vinopure também com extrato de gualtéria (ácido salicílico natural), além de óleos orgânicos essenciais, água de rosas orgânica e polifenóis de uva, para uma ação refinante, esfoliante, antibacteriana, antisética, seborreguladora, equilibrante, iluminadora, antioxidante e anti-rugas. Aqui com desconto.

NeoStrata Gel Plus

 

3 | Óleo de Rosa Mosqueta

O óleo de rosa mosqueta é o óleo extraído do botão das rosas (geralmente rosa canina ou rosa rubiginosa), a bola de rabanete que a rosa deixa para trás depois de florescer. Este óleo é um multi-tarefas: hidrata a pele, combate as rugas, trata a acne e pode até ajudar a clarear as nossas terríveis manchas escuras.

Aqui estão todas as razões pelas quais o óleo de rosa mosqueta é uma das melhores coisas que podemos usar na nossa pele:

  • O óleo de rosa mosqueta é altamente hidratante, pois está carregadinho de ácido linoléico, um ácido gordo ómega-6. Enquanto outros óleos têm apenas 2 a 5% de ácido linoléico, o óleo de rosa mosqueta tem uns impressionantes 64 a 87%!

Assim, este óleo melhora a função de barreira da pele, o que significa que ajuda a reter a água na pele. Naturalmente toda essa humidade hidrata a pele, tornando-a mais macia.

Está demonstrado que a combinação de ácido linoléico e vitamina C (também naturalmente presente neste óleo) melhora a secura própria da pele mais madura e até retarda o envelhecimento cutâneo.

E nada temeis! Apesar de ser um óleo e altamente hidratante, o óleo de rosa mosqueta é muito leve e rapidamente absorvido, o que o torna apto também para a pele oleosa. Eu tinha imenso receio da oleosidade dos óleos, porque tenho pele mista, mas desde que  comecei a usá-los, estou fã!

  • O óleo de rosa mosqueta trata a acne. Está demonstrado que pessoas propensas a acne apresentam menos ácido linoléico na pele do que pessoas sem acne, o que indica uma relação entre ter e não ter acne.

Assim, a alta concentração de ácido linoleico do óleo de rosa mosqueta ajuda a restaurar o equilíbrio e a dar à pele oleosa todo o ácido linoleico de que precisa. Isto por si pode não resolver a acne, mas sempre é uma aliado precioso.

De facto, estudos mostram que a aplicação de ácido linoléico na pele reduz o tamanho de pequenas espinhas e imperfeições. Esta é uma ação diferente da de outros tratamentos, como os que se valem do óleo de tea tree ou o peróxido de benzoíla, que matam a P. Acnes, a bactéria que causa a acne.

Usados ​​juntos, podem ser uma combinação poderosa.

  • O Óleo de Rosa Mosqueta diminui o envelhecimento cutâneo, pois contém vitamina A, o único ingrediente comprovado para reduzir rugas (não apenas a sua aparência). A vitamina A funciona de três maneiras: luta contra os radicais livres, aumenta a produção de colagénio e acelera a renovação celular (o processo esfoliante natural da pele).
    A vitamina A não é a única componente antienvelhecimento no óleo de rosa mosqueta. Ele também possui muitos outros antioxidantes, incluindo flavonóides, licopeno e vitamina C, apesar de ser numa concentração baixa. Assim, está repleto de anti-oxidantes que vão ajudar a manter a pele firme e sem rugas por mais tempo.
  • O Óleo de Rosa Mosqueta  aclara as manchas escuras, pois o ácido linoleico e a vitamina A contribuem para aclarar as manchas escuras.

A vitamina A faz isso, ajudando a acelerar o processo de renovação da pele. À medida que as células mais escuras na superfície da pele dão lugar às células mais claras e mais uniformes, a pele retorna à sua cor natural.

Por sua vez, o ácido linoléico diminui a hiperpigmentação induzida pelos raios UV, ou seja, as manchas causadas pela exposição solar.

Como se vê, é um produto muito completo! Agora, como podemos usar o óleo de rosa mosqueta e introduzi-lo na nossa rotina? Podemos usar simplesmente como hidratante (adoro usar assim no verão), ou após o hidratante em creme (sempre como último passo da rotina de cuidados, pois o óleo é muito denso!), para uma dose extra de hidratação. Pode ainda ser usado como produto de limpeza no método de limpeza com óleo.

Óleo de Rosa Mosqueta Repavar

PAI óleo de Rosa Mosqueta

Cleanser de óleo de Rosa Mosquta

Óleo de Rosa Mosqueta orgânica, The Ordinary

4 | AHAs – ALFA-HIDROXIÁCIDOS

Eu já tinha falado aqui ou aqui sobre ácidos AHA’s, e acima falei do BHA (ácido salicílico), mas aqui aproveito para assentar de vez o que são e quais são.

Os Alfa Hidroxiácidos (AHAs) são uma família de esfoliantes. Os seus membros mais importantes incluem o ácido glicólico ou ácido lático, por exemplo.
São elementos indispensáveis para quem quer activamente prolongar a beleza da sua pele porque a esfoliação regular (esfoliação química, mais do que apenas mecânica) é a chave para obtermos uma pele com aparência mais jovem. A remoção de células mortas na superfície reduz a aparência de rugas e torna a pele mais brilhante e suave. Além disso, o ácido glicólico estimula a produção de colágeno, a proteína que mantém a pele firme e sem rugas.

No entanto, temos de ter cuidado para não abusar do seu uso, pois os AHAs podem irritar a pele se tivermos uma pele sensível, reactiva, ou se nunca os tivermos usado antes. O ideal será começar com uma dose baixa duas vezes por semana e aumentar a quantidade e a frequência a partir daí.

Ainda assim, todas nós podemos usar AHAs. Eu privilegio o uso do ácido glicólico, pois tem propriedades antienvelhecimento mais acentuadas. Se tivermos a pele sensível, o ácido lático é uma opção mais suave. Se tivermos a pele oleosa ou propensa a acne, ainda assim podemos usar o ácido glicólico, mas sempre em conjugação com o ácido salicílico (mas não ambos ao mesmo tempo!),  pois este desobstroi os poros por dentro e evita borbulhas e inflamações, de modo que ou conseguimos encontrar uma rotina em que usamos ambos (por exemplo, dia um, dia o outro, ou num produto cuja fórmula conjugue ambos os ácidos). Se uma pele oleosa tiver de optar entre um e outro, deve ir pelo BHA.

Algumas sugestões:

Creme de noite Vinoperfect, da Caudlie, em promoção, aqui.

Leite corporal (que o corpo também merece!), Sesderma

Ácido Láctico The Ordinary

5 | ANTIOXIDANTES

Os antioxidantes são basicamente arqui-inimigos dos radicais livres. Sua família inclui vitaminas C e E, chá verde, ácido ferúlico e muito mais.

Estes activos neutralizam os radicais livres antes que possam causar estragos na pele e causar rugas e manchas escuras. Alguns antioxidantes, como a vitamina C, vão além e aumentam a produção de colagénio.

Podemos encontrar muitos antioxidantes em produtos para a pele. Vitamina C. Vitamina E. Chá verde. Resveratrol. Coenzima Q10. Ácido ferúlico. E não são demais, em se tratando de antioxidantes, quantos mais a nossa pele usar, melhor!

Podemos ter quantos antioxidantes quisermos, seja qual for a nossa idade ou tipo de pele, podemos ter os nossos preferidos (Team vitamina C! E Ácido Ferúlico!), mas não há um que seja supra-sumo. Assim como o nosso corpo não precisa apenas de brócolos, a nossa pele não precisa apenas de chá verde. Quanto mais antioxidantes aplicarmos e ingerirmos em alimentos (vegetais! legumes! fruta!), mais jovem a nossa pele será e mais saudáveis seremos.

No entanto, a vitamina C pode ser irritante se tivermos a pele sensível. Neste caso podemos usar derivados, como ascorbilglicosídeo, em vez de vitamina C pura (ácido L-ascórbico).

Melhores escolhas:

Este pack Vinoperfect é de aproveitar, porque levamos o creme de noite (com ácido glicólico) mais a essência da linha, apenas pelo preço do sérum, em promoção aqui, Eu adoro este sérum, já vou para o terceiro frasco non stop! De facto,é best seller da Caudalie e líder em cuidado anti-manchas, carregadinho de viniferina, uma substância extraída da videira com propriedades que favorecem a eliminação das manchas, previnem o aparecimento de novas, uniformizando e conferindo luminosidade à pele. Tem portanto propriedades antioxidantes e, embora seja despigmentante, não é sensível ao sol, podendo ser usado de manhã, à noite e durante o ano inteiro (incluindo Verão), ao contrário de muitos outros. Mais, este sérum não é comedogénico, ou seja, não vai aumentar as imperfeições numa pele com tendência acneica e pode inclusivé ser aplicado durante a gestação para a prevenção ou tratamento do pano da gravidez. Super.

Eu amooooo de paixão o AOX Ferulic da Mesoestetic: a consistência água-óleo é única, assenta bem na pele, porta-se lindamente com outros produtos (ideal com maquilhagem), o efeito na minha pele é qualquer coisa. Tem concentração a 15% de ácido ascórbico (vitamina C), Protech-cell complex a 1,5% e ácido ferúlico a 0,5%. Podem ver aqui.

Ampolas anti-oxidantes e anti-poluição Mesoestetic

Têm aqui cromos repetidos ou óptimas sugestões? Quais são os vossos princípios activos, ingredientes, whatever preferidos para o rosto?

Facebook Comments

One thought on “MAIS 5 INGREDIENTES QUE NÃO DISPENSO PARA TER UMA PELE PERFEITA”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.