Com uma avó que praticou yoga ao longo de 30 anos, sempre tive imensa curiosidade de experimentar esta prática, sobretudo quando fosse mais cota, porque via bem os efeitos que tinha na minha avó, que ainda hoje, com mais de 90 anos, colhe os frutos desta autêntica filosofia de vida que já não pratica há mais de 10 anos.

Descobri o yoga prático e imediatamente disponível através da Nike Training, uma app que todas devíamos ter no telemóvel. Tem todas as práticas de homegym que se possa imaginar, imensos treinos em todos os níveis e tempos, faz planos de treino, incentiva à prática, está ligado à app de corrida, tem um look fantástico, até o Cristiano Ronaldo lá anda e tudo de borla. Impecável. Mas tem um pouco de tudo e não muito de yoga, rapidamente me fartei.

Dos treinos de yoga na Nike T. passei pelo youtube, sobretudo pelo Yoga With Adriene, que tem mais de 400 vídeos de yoga disponíveis e a Adriene é uma querida. Recomendo muito este canal para quem quer um treino instantâneo sem pensar duas vezes. Mas basta pesquisar a palavra yoga e imediatamente aparecem milhares de vídeos, canais de treino, do inglês ao brasileiro, a escolha é infinita. O yoga está mesmo na ponta dos dedos.

No entanto, a minha costelinha obsessiva queria algo mais estruturado, mais organizado, um sítio que me desse tudo o que procurava direitinho e ainda tivesse um calendário cromo que assinalasse os dias de prática. Procurava uma app específica, enfim…

Comecei a descarregar apps, todas a pagar e acabei por apaixonar-me pela Asana Rebel, uma app de yoga mais ginasticado, com repetições e muito flow, muito dinamismo. Acelerava sempre o batimento cardíaco, tinha treinos personalizados, tempos de prática muito simpáticos (não mais de 30 minutos com sugestão de alongar o treino), um look impecável. Foi ideal. Assinei por quase $60 por ano, fiquei super satisfeita.

Isto foi há um ano. Entretanto, já estava um pouco cansada da música – é sempre a mesma, já mudavam… – e procurava yoga mais puro, sem ser ginasticado.

Voltei à busca da app perfeita, pedi a vossa ajuda. Muitas recomendaram a Adriene, outras app recomendadas foram: Keep Yoga, FitStar Yoga ou Down Dog. Descarreguei estas e outras, mas acabei por encontrar na Down Dog a app ideal para mim, neste momento.

A app é muito simples: escolhemos pormenorizadamente o que queremos fazer (ela guarda as opções de uma sessão para a seguinte e apenas mudamos o que queremos) e a app gera um treino diferente a cada sessão. Quando digo pormenorizadamente, é mesmo: tempo, grau de dificuldade, com ou sem aquecimento e alongamento, zona a trabalhar mais, ritmo, instruções, lingua, tudo! E sempre com música diferente e várias músicas por sessão. Para quem vinha da Asana Rebel, isto foi ouro sobre azul.

Tenho feito sessões de yoga completas, e no nível mais avançado, pelo que de vez em quando aparecem-me posições que para mim são impossíveis, um enorme desafio que adorava ultrapassar! É tudo o que procurava, yoga desafiante, sessões diferentes, comodamente personalizadas e armazenadas na app. O melhor de tudo, comprei a app numa oferta com 60% de desconto, paguei cerca de 18,00€ por um ano! É dado.

Continuo a ir à versão grátis da Asana Rebel fazer sempre os 5 minutos diários que esta versão oferece, porque o único defeito da Down Dog é não ter o calendário cromo com os dias de treino assinaldos. E eu acabo por gostar do kick ginasticado do Asana Rebel, mesmo que sejam apenas 5 minutos, vale muito.

Por isso, este ano vamos estar assim de yoga, e são estas as minhas recomendações. Namaste 🙂

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.